Tragédia: chuvas provocam mortes em Petrópolis (RJ)

Em seis horas, choveu mais que a quantidade esperada para todo mês de fevereiro; já são 34 vítimas

A cidade registrou só na terça-feira cerca de 200 ocorrências relacionadas às chuvas de acordo com a Defesa Civil

As fortes chuvas que atingiram a cidade de Petrópolis, na região Serrana do Rio de Janeiro, na terça-feira 15, deixaram ao menos 24 mortos. A prefeitura decretou estado de calamidade pública devido ao acumulado de chuva na cidade.

No final da tarde, a força da correnteza arrastou carros e assustou pedestres e comerciantes. A chuva também provocou queda de barreiras em diferentes pontos. Ainda não há informações sobre número total de vítimas soterradas.

A Defesa Civil acionou todas as sirenes de alerta para mobilização da população

Os moradores de área de risco estão sendo direcionados aos pontos de apoio, que foram abertos para o suporte nas respectivas localidades.

Atualização: às 7h20, a Defesa Civil atualizou o número de mortos para 34.

Em seis horas, choveu o esperado para o mês

O acumulado de chuva chegou a 126 milímetros (mm) em apenas uma hora. Nas últimas seis horas, foram 260 mm. A média máxima para o mês é de 232.

A cidade registrou só na terça-feira cerca de 200 ocorrências relacionadas às chuvas de acordo com a Defesa Civil, sendo 167 deslizamentos.

Cerca de 120 bombeiros trabalham na região. Outros 60 saíram da capital fluminense no início da noite e foram enviados para a cidade. Eles estão trabalhando com botes e fazem buscas por outras vítimas.

Governador segue para Petrópolis

O governador Cláudio Castro (PL) cancelou sua agenda e viajou para o município da região Serrana.

“Estamos articulando toda a ajuda. Secretaria de obras, das cidades, meio ambiente, Cedae, todas vão mandar equipamento e maquinário para que a gente possa atender o mais rápido possível a população e diminuir o terrível impacto dessas chuvas”, disse Castro em vídeo.

Da Rússia, Bolsonaro manda apoio às vítimas

O presidente Jair Bolsonaro (PL) — que está em viagem diplomática pela Rússia — manifestou-se nas redes sociais, na noite de terça-feira, em apoio às vítimas da tragédia em Petrópolis.

Bolsonaro disse que conversou com autoridades, como o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro.

“Retorno na próxima sexta-feira 18 e, mesmo distante, continuamos empenhados em ajudar ao próximo. Deus conforte aos familiares das vítimas”, disse o presidente.

Por Revista Oeste

CATEGORIAS
TAGS
Compartilhe Isso

COMENTÁRIOS

Wordpress (0)
Disqus ( )