Lula (PT) comete crime eleitoral; pediu votos nesta quinta-feira (5)

Lula (PT) comete crime eleitoral; pediu votos nesta quinta-feira (5)

Em contramão à lei brasileira, Lula pede votos em São Paulo

O ex-presidente Lula (PT) pediu nesta quinta-feira (5) à população de Vila Soma, em Sumaré, em São Paulo, que vote no número 13.

 “O que vai acontecer nesse país é que nós vamos ser agressivos de votar no 13 no dia 2 de outubro para que a gente possa tirar ele (Bolsonaro) e colocar alguém mais democrático para governar esse país”, disse o petista.

Lula também pediu votos para Fernando Haddad, que disputa este ano o cargo de governador.

Haddad foi candidato à Presidência da República em 2018, mas foi derrotado por Bolsonaro.

“[Bolsonaro fala que] a campanha [do Lula] vai ser suja, vai ter mentira, agressividade. Eu queria dizer para esse cidadão que, por acaso, virou presidente da República que nós vamos fazer uma campanha limpa, a nossa campanha não será agressiva, a nossa campanha não terá ‘fake news’. O que vai acontecer nesse país é que nós vamos ser agressivos de votar no 13, no dia 2 de outubro, para que a gente possa tirar ele e colocar alguém mais democrático para governar esse país.”

O artigo 3ºA da Resolução 23.610 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), elaborado no dia 18 de dezembro de 2019, diz que a propaganda antecipada da candidatura se trata de um crime eleitoral.

“Considera-se propaganda antecipada passível de multa”, prevê o texto.

Veja o vídeo:

CATEGORIAS
TAGS
Compartilhe Isso

COMENTÁRIOS

Wordpress (0)
Disqus (1 )